Notícias

Obras continuam a bom ritmo

Apesar da época estival, os trabalhos da empreitada de projeto progridem a bom ritmo.

Em redor da muralha, entre as portas de Aviz e as Portas de Alconchel, encontra-se em curso a parte da empreitada que integra a ação C2 e o piloto da Avenida de Lisboa que se integra na ação C5. Os trabalhos têm sido essencialmente de escavação e instalação de condutas, estando quase concluídos. Esta é a parte da empreitada mais complicada, dado existirem aqui muitas infraestruturas enterradas, para além de apresentar muito trânsito automóvel.

Obras finalmente em curso

Após dois procedimentos de contratação pública bastante mais morosos do que o esperado - o primeiro, inclusivamente, sem concorrentes, obrigando à reformulação do Caderno de Encargos inicial - é com elevada expectativa que vemos finalmente as maiores obras do projeto a iniciar-se.

Durante a semana passada, a equipa da CME esteve no campo a acompanhar as primeiras frentes de trabalho, que se relacionam com a abertura de valas e outros trabalhos necessários à instalação do sistema piloto de rega, baseado em água do aqueduto.

Visita da Equipa de Monitorização

Dando continuidade a anteriores, realizou-se ontem mais uma visita da equipa de monitorização LIFE ao projeto, no âmbito da qual a CME informou do estado atual dos trabalhos e foi possível visitar áreas de intervenção onde se encontram trabalhos em curso. Dimas Fernandez, monitor da NEEMO, foi acompanhado do coordenador e gestor de projeto, tomando conhecimento do estado geral dos trabalhos e do planeamento previsional para os próximos meses, agora que a sua maior empreitada se encontra a começar. Os trabalhos incluiram ainda uma atualização do estado de execução financeira do projeto, para o que a responsável desta área na equipa da CME reuniu e apresentou todos os elementos solicitados.

Reunião com Partes Interessadas

Teve ontem lugar na Câmara Municipal de Évora a primeira reunião formal do Conselho de Partes Interessadas do projeto, que vinha sendo adiada devido aos atrasos sofridos pelo procedimento de contratação pública associados às obras do sistema de reaproveitamento de água do aqueduto e, ao longo do ano transacto, devido às restrições à realização de reuniões presenciais devido à pandemia.

Na reunião, amplamente participada, foi possível apresentar os principais objetivos e desenvolvimentos do projeto, bem como auscultar  sugestões das entidades presentes no sentido de assegurar o seu maior envolvimento, especialmente no que se refere às atividades de comunicação, sensibilização e participação pública, que deverão receber um impulso a partir do momento em que as obras estejam no terreno. A este respeito, de salientar que a empreitada que sucessivamente veio sendo atrasada se encontra já adjudicada, com início de obras planeado para o próximo mês de Junho.

Dia Mundial da Água 2021

Neste dia em que celebramos a água, convidamo-lo a ver o novo vídeo do projeto, cujas obras estarão em breve a começar!

Para além das obras previstas pela Câmara Municipal, há muito que cada um de nós pode fazer para ajudar à adaptação climática, veja no vídeo algumas sugestões.

LIFE ÁGUA DA PRATA – AVANÇA ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL QUE PERMITIRÁ POUPAR 140.000 M3/ANO DE ÁGUA

“No âmbito do projeto LIFE Água da Prata (LIFE17 CCA/PT/000076) a Câmara Municipal de Évora irá abrir procedimento concursal para adjudicação de empreitada de reparação das nascentes e condutas do Aqueduto da Água da Prata, reequipamento das estações de bombagem e poços da Graça do Divor, construção de um reservatório de água em S. Bento e construção de rede de distribuição de água.

Estes trabalhos permitirão captar, armazenar e distribuir a água proveniente das “nascentes do Divor” e a sua utilização na rega de 20,3 ha de espaços verdes urbanos, o que equivale a cerca de metade das áreas verdes da cidade e corresponde à poupança de 140.000 m3/ano de água.

Esta ação, para além das evidentes vantagens do ponto de vista ambiental e financeiro, representa um importante contributo para “descarbonização” da cidade, uma vez que o fornecimento de água se fará de forma gravítica, reduzindo-se também o consumo de energia e as correspondentes emissões de CO2 em cerca de 2,16 toneladas/ano.

Num quadro mais amplo, esta e outras ações que se seguirão concorrem para a prossecução dos objetivos prioritários e áreas de atuação definidas na EMAAC de Évora (http://www.cm-evora.pt/pt/site-viver/Habitar/ambiente/Paginas/Projeto-ClimAdaPT-Local.aspx).” (Évora Notícias, 26 julho 2019)

Évora vai reutilizar água do aqueduto da Água da Prata para regar espaços verdes

“A Câmara Municipal de Évora anunciou que está a implementar um projeto com o objetivo de reutilizar a água das nascentes do Aqueduto da Água de Prata para a rega de alguns espaços verdes da cidade, nomeadamente os jardins da zona oeste, desde o Bairro da Cartuxa até ao Bairro de N.a Sr.a do Carmo. O projeto chama-se “LIFE – Água da Prata” e tem um orçamento global de 1.354.352€, sendo cofinanciado em 60% pela Comissão Europeia, através do porgrama LIFE, com uma duração de quatro anos e meio.

Ao longo deste período, a câmara vai adaptar o aqueduto com a construção de uma rede de distribuição de água capaz de regar 50% das áreas verdes urbanas por gravidade. Assim, o município prevê que possa poupar cerca de 120.000m3 de água tratada e ao mesmo tempo reduzir o consumo de energia.” (Diário Campário, 20 novembro 2018)